[ INÍCIO ]   [ Sobre o Portal ]  [ FAQs ]  [ Registar site ou blog ]  [ Enviar informações ]  [ Loja ]   [ Contactos ]

 
"Temos obrigação de salvar tudo aquilo que ainda é susceptível de ser salvo, para que os nossos netos, embora vivendo num Portugal diferente do nosso, se conservem tão Portugueses como nós e capazes de manter as suas raízes culturais mergulhadas na herança social que o passado nos legou."  (Jorge Dias)
 
 
 
Arquitectura e construções
Artesanato
Cancioneiros Populares
Danças Populares
Festas e Romarias
Grupos de Folclore
Gastronomia e Vinhos
Instrumentos musicais
Jogos Populares
Lendas
Literatura Popular
Medicina Popular
Museus Etnográficos
Música Popular
Provérbios
Religiosidade Popular
Romanceiros
Sabedoria Popular
Superstições e crendices
Trajos
Usos e Costumes
 
Agenda de iniciativas
Bibliografia temática
Ciclos
Feiras
Festivais de Folclore
Glossário
Informações Técnicas
Loja
Permutas
Pessoas
Textos e Opiniões
Turismo
 
SUGESTÕES
Calendário agrícola
Confrarias
Datas comemorativas
Feriados Municipais
História do Calendário
Meses do ano
Províncias de Portugal
 
 

Pub  
   
»» Calendário Agrícola >>  DEZEMBRO Pub

Pub

Calendário de actividades agrícolas - Dezembro - horta - pomar - campo - jardim - vinha - adega - animais  
 

Na horta
Preparam-se talhões e canteiros para as culturas próprias da época e, também, para as da próxima Primavera.
A terra tem de ficar bem afogada e sem torrões, incorporando-se nessa altura o estrume, que convém não estar completamente curtido, no caso de se tratar de canteiros destinados às culturas de Primavera.
Semear: cebola, couves, nabiças, rabanetes, espinafres, agriões, alfaces, favas, ervilhas e cenouras.
Plantam-se: chicórias, couves diversas (nomeadamente repolho e couve-flor), estolhos de morangueiros, alhos e cebolas.

No pomar
Continua a plantação de fruteiras de caroço e inicia-se a das de pevide.

Iniciam-se os tratamentos de Inverno, que continuam a ter o seu papel bem definido, não obstante a existência de insecticidas que podem usar-se na Primavera e que têm, por assim dizer, efeitos duplos.
Às laranjeiras que apresentam frutos já amarelos aplica-se calda cúprica a 2%.

No campo
Continuar as lavras, incorporação de estrumes e correctivos, e proceder a outras actividades relacionadas com a preparação das terras para as sementeiras da Primavera.
Semeiam-se os últimos trigos de Inverno.

No jardim
Prosseguir a preparação dos canteiros e continuar o fabrico de "composto", iniciados no mês anterior.
Semear e/ou plantar: açucenas, anémonas, angélicas, begónias, camélias, ciclames, gladíolos, goivos, jacintos, lilases, lírios, tulipas, etc.
Aparam-se relvas e semeiam-se ou plantam-se as "calvas" que apresentam os relvados.

Na vinha
Continuar a podar nas vinhas já despidas de folhagem, reservando para enxertia ou mergulha as vides sãs e com produção mais regular.
Proceder à fertilização e meter mato nas entrelinhas das vinhas cansadas, de preferência polvilhado com gesso ou cal.

Na adega
Proceder à transfega para eliminar as borras.
Continuar o arejamento da adega e todos os outros cuidados enunciados no mês anterior.

Animais
Abrigar o gado do frio e da chuva.
Matança de porcos.
Manter a capoeira limpa, abrigada das correntes de ar e da humidade.
Proteger os bebedouros e provê-los de água morna nos dias mais frios.
Cuidar dos coelhos em lactação, fornecendo-lhe aveia e algumas verduras.
Efectuar a separação, consoante os sexos, dos láparos já desmamados.


<<<Novembro +++ Janeiro>>>
 

  Gosta da página? Partilhe!

Voltar ao menu

   
 

Obras de DEZEMBRO
conforme Paládio, in “Lunário Perpétuo”, de 1901

Suposto seja verdade que são poucas as obras do campo neste mês, contudo nas hortas se pode plantar toda a casta de hortaliça para a primavera. E a madeira, que se cortar no minguante deste mês, será muito durável. Ao lavrador que for curioso, não lhe faltará que fazer em seu ofício, como recolher feno, estercar onde for necessário, pisar esparto e fazer cordas, e preparar cubas, e limpar vasilhas e adegas; pode também no campo consertar valados e tapar portas.

Se neste mês se ouvirem os primeiros trovões, denotam próspera saúde, e bom ano.

Pub

     

        

Se não encontrou nesta página o que procurava, pesquise em todo o Portal do Folclore Português
 



Acompanhe, em primeira mão as actualizações do Portal do Folclore Português:

FOLCLORE DE PORTUGAL - O Portal do Folclore e da Cultura Popular Portuguesa não se responsabiliza pelo conteúdo dos sítios registados
© Copyrigth 2000/2014  - Todos os direitos de cópia reservados - Webmaster