[ INÍCIO ]   [ Sobre o Portal ]  [ FAQs ]  [ Registar site ou blog ]  [ Enviar informações ]  [ Loja ]   [ Contactos ]

 
"Temos obrigação de salvar tudo aquilo que ainda é susceptível de ser salvo, para que os nossos netos, embora vivendo num Portugal diferente do nosso, se conservem tão Portugueses como nós e capazes de manter as suas raízes culturais mergulhadas na herança social que o passado nos legou."  (Jorge Dias)
 
 
 
Arquitectura e construções
Artesanato
Cancioneiros Populares
Danças Populares
Festas e Romarias
Grupos de Folclore
Gastronomia e Vinhos
Instrumentos musicais
Jogos Populares
Lendas
Literatura Popular
Medicina Popular
Museus Etnográficos
Música Popular
Provérbios
Religiosidade Popular
Romanceiros
Sabedoria Popular
Superstições e crendices
Trajos
Usos e Costumes
 
Agenda de iniciativas
Bibliografia temática
Ciclos
Feiras
Festivais de Folclore
Glossário
Informações Técnicas
Loja
Permutas
Pessoas
Textos e Opiniões
Turismo
 
SUGESTÕES
Calendário agrícola
Confrarias
Datas comemorativas
Feriados Municipais
História do Calendário
Meses do ano
Províncias de Portugal
 
 

Pub  
   
»» Calendário Agrícola >>  MAIO Pub

Pub

Calendário de actividades agrícolas - Maio - horta - pomar - campo - jardim - vinha - adega - animais  
 

Na horta
Prosseguem as sementeiras periódicas (quinzenais) de feijão (para colher em vagem) e de ervilhas. Assim se consegue ter feijão verde e ervilhas durante alguns meses. Continua a sementeira de plantas e monda-se, sacha-se e rega-se os alfobres. Rega-se as hortas de preferência à tardinha, para que a terra conserve por mais tempo a água absorvida e ser mais facilmente aproveitada pelas plantas.

No pomar
Prosseguir com os tratamentos preven­tivos e curativos contra as doenças e pragas das diversas fruteiras: pedrado das macieiras e pereiras, lepra dos pessegueiros, etc. Plantar ainda fruteiras de espinho, cujo pegamento é agora mais rápido e garantido, desde que não falte a água. Sachar sempre que as ervas daninhas o justifique.

No campo
Sacham-se os campos de milho e os batatais, assim como as sementeiras e plantações de gi­rassol, feijão e soja. Iniciar a colheita da fava. Semear: cânhamo, feijão, milho, pensos para o gado, trigos, etc. Plantar: açafrão, arroz, batata, beterraba, couve galega, melancia, melão, pimento e tomate. Pulverizar batatais e tomates com caldas cúpricas, para evitar o aparecimento do míldio. Defender os feijoais e os meloais contra o piolho. Mondar e sachar trigo de Primavera.

No jardim
Enxofram-se as roseiras, por causa do oídio, e mondam-se os botões para obter flores mais perfeitas. Combate-se o piolho das roseiras e doutras plantas de jardins, com insecticidas de contacto. Neste mês expõe-se ao ar livre as plantas guardadas em estufas e abrigos e semeia-se os cravos que hão-de ser transplantados em Setembro. Semeia-se ainda algumas plantas de jardins, como cinerárias, gotas de sangue, amarantos, begónias, canas floríferas, chagas, sóleos, couves frisadas, cravos, goivos, glicínias, gerânios, heliantos, malvaíscos e as demais semeadas nos meses anteriores.

Na vinha
Continuam os tratamentos contra o míldio e o oídio, devendo prestar-se a maior atenção a qualquer elevação de temperatura acompanhada de humidade, que pode provocar rápido desenvolvimento de fungos.

Na adega
Proceder à trasfega dos vinhos com depósito. Manter as vasilhas atestadas para impedir que o vinho azede. Determinar a acidez volátil dos vinhos, para verificar se há necessidade de qualquer correcção.

Animais
Castrar os bezerros, porcos e cordeiros. Tosquiar as ovelhas. É o melhor mês para a criação de coelhos.


<<<Abril +++ Junho>>>
 

  Gosta da página? Partilhe!

Voltar ao menu

   
 

Obras de MAIO
conforme Paládio, in “Lunário Perpétuo”, de 1901

Na Lua crescente de Maio é bom tempo para limpar os açafrões, crestar as colmeias, e ajuntar as cabras com os machos. É tempo disposto para plantar as pevides azedas, e se são novas, pegam melhor que as velhas. Pode-se plantar todo o género de hortaliça, e enxertar de escudo pessegueiros, damasqueiros, amendoeiras, cidreiras e laranjeiras.

No minguante de Maio convém lavrar os campos que se hão-de semear pelo Outono, se for terra fria; e se podem castrar os bezerros, porcos e cordeiros.

Se neste mês se ouvirem os primeiros trovões (entende-se do ano), significa abundância de águas, e falta de aves; porém quantidade de pão e legumes, onde se ouvirem.

Pub

     

        

Se não encontrou nesta página o que procurava, pesquise em todo o Portal do Folclore Português
 



Acompanhe, em primeira mão as actualizações do Portal do Folclore Português:

FOLCLORE DE PORTUGAL - O Portal do Folclore e da Cultura Popular Portuguesa não se responsabiliza pelo conteúdo dos sítios registados
© Copyrigth 2000/2014  - Todos os direitos de cópia reservados - Webmaster