[ INÍCIO ]   [ Sobre o Portal ]  [ FAQs ]  [ Registar site ou blog ]  [ Enviar informações ]  [ Loja ]   [ Contactos ]

 
"Temos obrigação de salvar tudo aquilo que ainda é susceptível de ser salvo, para que os nossos netos, embora vivendo num Portugal diferente do nosso, se conservem tão Portugueses como nós e capazes de manter as suas raízes culturais mergulhadas na herança social que o passado nos legou."  (Jorge Dias)
 
 
 
Arquitectura e construções
Artesanato
Cancioneiros Populares
Danças Populares
Festas e Romarias
Grupos de Folclore
Gastronomia e Vinhos
Instrumentos musicais
Jogos Populares
Lendas
Literatura Popular
Medicina Popular
Museus Etnográficos
Música Popular
Provérbios
Religiosidade Popular
Romanceiros
Sabedoria Popular
Superstições e crendices
Trajos
Usos e Costumes
 
Agenda de iniciativas
Bibliografia temática
Ciclos
Feiras
Festivais de Folclore
Glossário
Informações Técnicas
Loja
Permutas
Pessoas
Textos e Opiniões
Turismo
 
SUGESTÕES
Calendário agrícola
Confrarias
Datas comemorativas
Feriados Municipais
História do Calendário
Meses do ano
Províncias de Portugal
 
 

Pub  
   
»» Romarias de Portugal >> Beira Baixa Pub
Pub    
  Festa de Santa Luzia

As Festas de Santa Luzia realizam-se a 15 de Setembro no santuário homónimo, situado numa colina sobranceira à aldeia de Castelejo (10 km a poente do Fundão). E, juntamente com a Senhora do Almortão (Idanha-a-Nova) e a Senhora das Dores (Paul), uma das grandes romarias da Beira Baixa.

A capela data do séc. XVIII e do seu adro contempla-se a vertente ocidental da Serra da Gardunha. São bem visíveis as antenas colocadas por cima de Castelo Novo, situada na vertente contrária. De resto, é possível, a partir do santuário, apanhar um caminho de terra que sobre toda a encosta, passando nos dois pontos referidos (cabeço e aldeia). A viagem, que proporciona panoramas interessantes, só é possível em viatura 4x4 [ao tempo da elaboração deste texto].

Dos poderes atribuídos a Santa Luzia faz parte a protecção da vista. O número de romeiros costuma ser grande, ultrapassando os cinco milhares, facto a que não é estranha a circunstância de a festa coincidir com o feriado municipal do Fundão.

As celebrações, tanto religiosas como profanas, têm início a 14 de Setembro. Ao fim da tarde realiza-se uma procissão com velas desde a igreja paroquial do Castelejo até à capela, transportando o andor da Senhora dos Milagres. Ao mesmo tempo desde do santuário uma outra procissão encabeçada pelo andor de Santa Luzia. Conforme manda a tradição, os cortejos encontram-se a meio da rampa e as duas imagens «cumprimentam-se» e seguem juntas para a capela.

Nessa noite e na noite seguinte há animado arraial com bandas de música e os famosos bombos da vizinha aldeia de Lavacolhos. Todo o cimo o Monte de Santa Luzia é ocupado por tendas e bancas dos mais diversos comércios. No dia 15 realiza-se missa campal e registam-se as maiores multidões. A festa prolonga-se ainda para o dia seguinte, celebrando Santa Eufémia. É já uma cerimónia praticamente restrita às pessoas da freguesia, realizando-se procissão com o andor da santa en torno da capela.

A Festa de Nossa Senhora das Dores realiza-se no primeiro Domingo de Julho, no santuário situado nas proximidades da aldeia de Paul (Covilhã). A tradição é bastante mais recente, remontando à altura das Invasões Francesas. Em 1810, o pároco e o povo da aldeia esconderam a imagem num trigal, com medo que fosse destruída pelas tropas de Massena. Como isso não sucedesse, passou a realizar-se festa anual no primeiro Domingo de Julho. Em 1896 foi construída uma pequena capela que seria ampliada em 1954 para o actual santuário, com escadório e sete capelas intermédias.

A Romaria da Senhora do Almortão (na terceira segunda-feira depois da Páscoa e a 15 de Agosto), é das mais afamadas da região e ocorre num dos mais antigos santuários (a 7 km de Idanha-a-Nova). Há referências a esta festa desde 1229 e a lenda reza que a capela foi construída depois de ser encontrada uma imagem de Nossa Senhora no meio de murtas (donde Almurtão, depois Almortão). Inclui um espantoso concerto de adufes e cantares femininos. (cancioneiro)   

Fonte: In GUIA Expresso “O melhor de Portugal” – 12 – Festas, Feiras, Romarias, Rituais

Conhecer outras Romarias de Portugal>>>

  Gosta da página? Partilhe!

   

Também poderá gostar de ler sobre...

» Festa dos Caretos
Podence - Macedo de Cavaleiros
» Festa da Coca
Monção
» Festa da Bugiada
São João de Sobrado (Valongo)
» Romaria de Nossa Senhora da Lapa
Sernancelhe
» Romaria de São Mamede
Janas - Sintra
» Festa dos Tabuleiros
Tomar

Pub

     

        

Se não encontrou nesta página o que procurava, pesquise em todo o Portal do Folclore Português
 



Acompanhe, em primeira mão as actualizações do Portal do Folclore Português:

FOLCLORE DE PORTUGAL - O Portal do Folclore e da Cultura Popular Portuguesa não se responsabiliza pelo conteúdo dos sítios registados
© Copyrigth 2000/2014  - Todos os direitos de cópia reservados - Webmaster