[ INÍCIO ]   [ Sobre o Portal ]  [ FAQs ]  [ Registar site ou blog ]  [ Enviar informações ]  [ Loja ]   [ Contactos ]

 
"Temos obrigação de salvar tudo aquilo que ainda é susceptível de ser salvo, para que os nossos netos, embora vivendo num Portugal diferente do nosso, se conservem tão Portugueses como nós e capazes de manter as suas raízes culturais mergulhadas na herança social que o passado nos legou."  (Jorge Dias)
 
 
 
Arquitectura e construções
Artesanato
Cancioneiros Populares
Danças Populares
Festas e Romarias
Grupos de Folclore
Gastronomia e Vinhos
Instrumentos musicais
Jogos Populares
Lendas
Literatura Popular
Medicina Popular
Museus Etnográficos
Música Popular
Provérbios
Religiosidade Popular
Romanceiros
Sabedoria Popular
Superstições e crendices
Trajos
Usos e Costumes
 
Agenda de iniciativas
Bibliografia temática
Ciclos
Feiras
Festivais de Folclore
Glossário
Informações Técnicas
Loja
Permutas
Pessoas
Textos e Opiniões
Turismo
 
SUGESTÕES
Calendário agrícola
Confrarias
Datas comemorativas
Feriados Municipais
História do Calendário
Meses do ano
Províncias de Portugal
 
 

Pub  
   
»» "CAMINHOS DE SANTIAGO" >> Pub
Pub    
  «Caminhos de Santiago» - Os Circuitos

 

Podemos dizer que são itinerários "paralelos" que se, por vezes, coincidem com os anteriores "caminhos" têm a finalidade de "informar" os peregrinos e turistas de que estão num circuito dos "Caminhos de Santiago", sendo necessário, muitas vezes, saírem da via rápida ou da estrada nacional para poderem, caso o pretendam, percorrer o "verdadeiro" Caminho Medieval ou visitar a igreja românica ou a igreja cujo patrono é Santiago.

É o que aparece, por exemplo, nas "autopistas" do circuito do "Caminho Francês" com a sinalização "Caminho de Santiago". Propusemos idêntica sinalização que nos foi autorizada pela Xunta da Galiza em 1992 (simbologia) e que também está a ser utilizada nas nossas estradas nacionais por deferência da Junta Autónoma das Estradas (Direcções de Estradas Distritais de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real e Bragança.

Para esse efeito, consideramos 6 circuitos envolvendo a área geográfica do Minho (Caminho do Noroeste, Caminho do Lima, Caminho do Norte, Caminho de Celanova, Caminho da Geira Romana e Caminho de Lamego).

in "Santiago - Caminhos do Minho" da autoria de Francisco Sampaio e editado pela ADETURN (Associação para o Desenvolvimento do Turismo da Região Norte)


Os Circuitos:

»» Caminho de Lamego
Lamego, com o seu Castelo e a sua Torre de Menagem (séc.XIII), a Igreja de Santa Maria de Almacave,  a Sé Catedral, foi terra de votos de Santiago. Segundo o Chronicon Iriense, Ramiro II no ano de 834 não satisfeito com a oferta que fez à Catedral de Compostela ordenou que todas as igrejas situadas  desde o rio Pisuerga até ao Douro pagassem ao apóstolo Santiago um censo «no valor de uma medida de pão e de um almude de vinho por cada junta de bois com que lavrassem a terra, como prova de gratidão pela vitória sobre os árabes, pondo assim termo, pelo via militar, à degradante exigência de cem donzelas por ano». E, ainda, no séc.XV a Catedral de Santiago reclamava à diocese de Lamego a renda destes votos! 

»» Caminho do Lima
Pedra Furada e Alvelos. Era por barca que se fazia a travessia entre Barcelinhos e Barcelos. Ao cruzeiro seiscentista que faz parte do espólio do Museu Arqueológico da Cidade, anda associada a curiosa lenda do galo.  Condenado à forca o galego bem reclamava a sua inocência. Mas os homens de justiça faziam ouvidos de mercador às súplicas do romeiro. E apegou-se com Santiago: «É tão certo eu estar inocente como este galo cantar». E o galo bem morrido e assado, cantou.  

 

Voltar para menu de TURISMO


Peregrinos a caminho de Santiago de Compostela.
Foto cedida pela CM de Valença

Pub

     

        

Se não encontrou nesta página o que procurava, pesquise em todo o Portal do Folclore Português
 



Acompanhe, em primeira mão as actualizações do Portal do Folclore Português:

FOLCLORE DE PORTUGAL - O Portal do Folclore e da Cultura Popular Portuguesa não se responsabiliza pelo conteúdo dos sítios registados
© Copyrigth 2000/2014  - Todos os direitos de cópia reservados - Webmaster