[ INÍCIO ]   [ Sobre o Portal ]  [ FAQs ]  [ Registar site ou blog ]  [ Enviar informações ]  [ Loja ]   [ Contactos ]

 
"Temos obrigação de salvar tudo aquilo que ainda é susceptível de ser salvo, para que os nossos netos, embora vivendo num Portugal diferente do nosso, se conservem tão Portugueses como nós e capazes de manter as suas raízes culturais mergulhadas na herança social que o passado nos legou."  (Jorge Dias)
 
 
 
Arquitectura e construções
Artesanato
Cancioneiros Populares
Danças Populares
Festas e Romarias
Grupos de Folclore
Gastronomia e Vinhos
Instrumentos musicais
Jogos Populares
Lendas
Literatura Popular
Medicina Popular
Museus Etnográficos
Música Popular
Provérbios
Religiosidade Popular
Romanceiros
Sabedoria Popular
Superstições e crendices
Trajos
Usos e Costumes
 
Agenda de iniciativas
Bibliografia temática
Ciclos
Feiras
Festivais de Folclore
Glossário
Informações Técnicas
Loja
Permutas
Pessoas
Textos e Opiniões
Turismo
 
SUGESTÕES
Calendário agrícola
Confrarias
Datas comemorativas
Feriados Municipais
História do Calendário
Meses do ano
Províncias de Portugal
 
 

Pub  
   
»» Gastronomia Regional e Vinhos >> Vinhos Verdes Pub

Pub

   
  Vinhos Verdes

Pedir vinho verde é o mesmo que pedir Minho, e saboreá-lo é o mesmo que degustar as verdejantes paisagens minhotas. Há mesmo quem admita que a designação deste vinho é uma homenagem ao verde que domina a região onde é produzido. Outros preferem justificar o nome com a alegação de que o vinho é feito a partir de uvas não amadurecidas. Mas não é de todo verdade, pois as características deste vinho derivam sobretudo da forma como a vinha é tratada. Características que se prendem desde logo com o baixo teor alcoólico (que, no entanto, não é exclusivo do vinho verde, já que na região da Lourinhã se produz um excelente vinho branco de muito baixa graduação). Depois, temos a elevada acidez permanente e o leve gaseificado que deriva da fermentação secundária a que foi submetido.

Fora da região demarcada, a variedade de vinho verde mais apreciada é o branco. Mas no Minho confere-se muitas vezes ao tinto a primazia, desde que seja bem espesso, capaz de «sujar a malga» ou a caneca por onde é igualmente bebido.

Entre as diversas castas de vinho verde (Alvarinho, Azal, Avesso, Loureiro, Pedernã e Trajadura), e a primeira que muitos consideram como mais nobre. É típica da sub-região de Monção, e a sua produção está confinada ao vale do rio Minho. A quantidade de uva produzida por cada cepa desta estirpe é inferior às restantes, e a quantidade de uva necessária para produzir uma pipa de vinho é bastante superior (mais de 1.000 quilos, em comparação com 700 a 750 quilos das outras). (…)


Conhecer vinhos de outras regiões de Portugal
 

In GUIA Expresso O Melhor de Portugal - nº6

Mais informações sobre os Vinhos Verdes>>>
  Gosta da página? Partilhe!

Pub

     

        

Se não encontrou nesta página o que procurava, pesquise em todo o Portal do Folclore Português
 



Acompanhe, em primeira mão as actualizações do Portal do Folclore Português:

FOLCLORE DE PORTUGAL - O Portal do Folclore e da Cultura Popular Portuguesa não se responsabiliza pelo conteúdo dos sítios registados
© Copyrigth 2000/2014  - Todos os direitos de cópia reservados - Webmaster